Repórter da CBN que segue médicos preside comissão da Prefeitura

Andrea Vieira, no estúdio da CBN Manaus: "Em campo com a equipe"

A construção do relatório 026/2011, assinado pela Comissão Permanente de Regime Disciplinar da Prefeitura de Manaus e publicado no último dia 22 de setembro, foi anunciada doze dias antes, dia 10, pelo radialista Ronaldo Tiradentes, exatamente quem denunciou a médica Bianca Abinader.

O relatório pediu a suspensão de Bianca, com o corte do seu salário, por 90 dias. O motivo? Bianca teria feito ataques ao prefeito Amazonino Mendes na internet. Os detalhes do relatório podem ser conferidos na íntegra aqui, no site O Caso Bianca Abinader.

Por hora, é preciso antes apontar a mentira de Ronaldo e contar uma história interessante sobre a repórter que segue médicos pela cidade.

Ao anunciar, com dias de antecedência no Twitter, e com doze horas de antecedência em sua rádio, que Bianca seria punida por não atender seus pacientes e usar o computador em horário de serviço, Ronaldo Tiradentes reincidiu numa falsidade que pratica há 20 meses. Disse que a médica fora punida por não trabalhar. Às 20h23 da última quinta, 22, escreveu:

“Bianca nunca cumpriu integralmente os contratos que mantém com o estado e prefeitura. (…)  Ou cumpre integralmente sua carga horária ou vai para o olho da rua.”

Na manhã de sexta-feira, 23, sua mentira foi repercutida por outro blogueiro, o jornalista Raimundo Holanda, que na manchete de abertura de seu “portal” escreveu:

Médica twiteira suspensa

O prefeito Amazonino Mendes resolveu punir médica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) que fazia plantão no Twitter. Com base no relatório conclusivo do processo administrativo nº 026/2011 – CPRD/Semad, Bianca de Oliveira Abinader fica em casa por 90 dias. A médica se diz perseguida pelo radialista Ronaldo Tiradentes, que literalmente pegou no seu pé nos últimos meses. Ronaldo está numa campanha contra médicos que faltam ao trabalho. E, no caso, o Twiiter foi o mal menor. Ficou comprovado que Abnader não comparecia ao serviço…

Em comum ao radialista e ao blogueiro, duas coisas: primeiro, a imensa repercussão da rádio, que usa a marca CBN do Sistema Globo de Rádio, e do Portal do Holanda, um dos blogs mais acessados da cidade. Segundo seus responsáveis, a rádio e o blog são os mais ouvidos e lidos de Manaus. Depois, a dificuldade que ambos tiveram para publicar, como de resto toda a imprensa local, os documentos oficiais que provam a fraude jornalística.

Bianca sofreu três sindicâncias, todas nascidas das denúncias exclusivas de Ronaldo Tiradentes, sobre suposta falta de atendimento de pacientes e faltas ao trabalho. E em todas foi inocentada. Pacientes e colegas foram ouvidos, documentos analisados, livros de ponto periciados. Ao final dos três procedimentos, restavam apenas os elogios de seus pacientes.

Mas o prefeito Amazonino Mendes, amigo pessoal e de quem Ronaldo foi secretário de comunicação, não se convenceu sobre quem era o mentiroso, sua funcionária, concursada, ou seu amigo, que a denunciou três vezes e foi desmascarado em todas. Mesmo depois das sindicâncias provarem a falsidade das acusações, Amazonino preferiu acreditar na nova denúncia de Ronaldo. Bianca não era mais faltosa nem “gazeteira”, era caluniadora. Na rádio, o radialista seguia chamando a médica de “gazeteira”, insistindo em negar o que três sindicâncias provavam: que o mentiroso era ele. Na Semsa, porém, a acusava de ofender autoridades. Em depoimento à Comissão, chegou a ser advertido por tentar acusá-la de faltas, denúncia que já fora investigada e arquivada a favor de Bianca.

Ronaldo publicou em seu blog comentários injuriosos contra Amazonino Mendes, atribuindo-os a Bianca. Imprimiu o conteúdo de seu próprio blog e levou à Prefeitura. Depois de 140 dias (o processo tinha prazo original de 90), a Prefeitura suspendeu Bianca pelos comentários publicados no blog de Ronaldo, atribuídos a ela.

O atraso na apuração foi justificado pela necessidade de uma perícia técnica das provas. Finalizada tal perícia, seu responsável, o Secretário Executivo Adjunto de Inteligência, concluiu:

“não foi possível comprovar se as mensagens eletrônicas supostamente postadas no perfil denominado “bia abnader” no microblog Twitter são autênticas”. (pág.11)

É bom repetir. Bianca Abinader enfrentava um processo administrativo que podia lhe render demissão, cujas únicas provas eram as tais “mensagens eletrônicas”, saídas do computador e da impressora pessoais de Ronaldo Tiradentes. Se nas três sindicâncias anteriores seu futuro profissional dependia de testemunhas, depoimentos e documentos, dessa vez a solução parecia mais simples. Comprovado, por perícia, que Bianca era a autora das mensagens, sua punição poderia ter justificativa. Mas quando um perito atesta que não comprovou a autoria da infração, onde está a infração?

A comissão pensou diferente.

“Diante da dificuldade probatória do suposto delito, a Comissão conferiu ao depoimento do denunciante, especial relevância.”, explica o relatório. (pág.14)

Ou seja, Juvenal acusou Francisco de ter assassinado sua esposa e de tê-la jogado no rio. A polícia fez buscas pelo corpo, e não achou nada. E concluiu: Francisco era mesmo um assassino, porque a palavra de Juvenal tem “especial relevância”!

Diz ainda o relatório:

“(A Comissão) realizou um cuidadoso trabalho na apuração da suposta irregularidade, antes de qualquer pré-julgamento, ouvindo a servidora indiciada e várias testemunhas, no sentido de saber se realmente as declarações postadas na internet foram feitas pela indiciada” (pág.14)

Sim, a Comissão ouviu Bianca, Ronaldo e oito testemunhas. E NENHUMA delas disse ter conhecimento das “mensagens eletrônicas”. Vamos repetir: NENHUMA das testemunhas, ouvidas pela Comissão tinha conhecimento das mensagens atribuídas à médica. Só Ronaldo Tiradentes, o autor da denúncia, usando como prova seu próprio blog. Nem o depoimento da procuradora Jussara Pordeus, convidada pela Comissão para testemunhar, ganhou a grife “especial relevância”. A Comissão, o relatório deixa claro, só atribuiu tal importância à denúncia do “Juvenal”, Ronaldo Tiradentes.

Eurinete Santana, chefe de Bianca na unidade de saúde Amazonas Palhano, uma das testemunhas do processo, fala sobre uma denúncia de pacientes desconhecidos contra Bianca. Diz que não comprovou as acusações, que tem boa relação com a médica e diz que “a indiciada atende normalmente os pacientes que comparecem na unidade.” (pág.7). Já em março deste ano, Eurinete avaliara o desempenho de Bianca, dizendo, em na Avaliação Periódica de Desempenho (PDA) assinada no dia 17:

“A servidora atende as expectativas nos aspectos funcionais e suas atuações. É assídua, pontual, compromissada com suas atividades.Precisa dinamizar suas atividades educativas. Propõe-se a otimizar as atividades acima citadas e manter seu padrão de atendimento.”

Ronaldo Tiradentes, que no dia 15 de março, dois dias antes de Eurinete assinar o texto acima, abordou a própria chefe de Bianca na unidade, hoje mente novamente, ao dizer que Bianca controla a própria frequência, insinuando que a médica falta ao trabalho, mas assina seu registro de presença. O texto acima não foi escrito por Bianca. Foi escrito e assinado por Eurinete, sua chefe.

Citando o Código de Processo Civil, a Comissão também diz que o juiz de uma causa não precisa se apegar apenas a laudos periciais, podendo “formar sua convicção com outros elementos ou fatos provados nos autos” (pág.15).

Com todo o respeito devido à Comissão Permanente de Regime Disciplinar da Prefeitura de Manaus, onde estão os “outros elementos ou fatos provados”? Além das provas periciadas e de origem não comprovada, além dos depoimentos das testemunhas, que “outros elementos ou fatos provados” existiam?

A Prefeitura continua:

“É bem verdade que a perícia não foi capaz de resolver a questão relativa à autenticidade das mensagens eletrônicas (…), entretando, inúmeras dúvidas foram dissipadas ao longo da instrução processual, sobremaneira com a produção de provas documentais e testemunhais.” (pág.16).

Perguntamos novamente: que provas contra Bianca Abinader foram produzidas, se a perícia não atestou a autenticidade das mensagens?

O movimento “Manaus de Olho”

Sem as provas periciais que atestariam a infração de Bianca, o relatório então mira na participação da médica, enquanto cidadã, no movimento “Manaus de Olho”, iniciativa nascida na internet que publicou o voto dos vereadores de Manaus sobre a Taxa do Lixo, da Prefeitura de Manaus. Bianca, além da fisioterapeuta Carolina Coelho e do administrador Ismael Benigno, eram os organizadores da cota que pretendia pagar a veiculação do protesto.

Na manhã deste domingo, em novo e longo post publicado no site oficial da rádio CBN, Ronaldo Tiradentes chamou Bianca de “cínica”, “dissimulada” e “sonça” (sic). O motivo das novas injúrias era o envolvimento da médica no grupo Manaus de Olho. O processo administrativo e seu relatório mostram que a denúncia não era por faltas, atrasos nem internet. Era por causa do protesto do grupo contra vereadores da base aliada de Amazonino, realizado exatamente uma semana antes do primeiro ataque da rádio à médica.

A prova está no relatório da Prefeitura, na página 14:

“As cópias das folhas de frequências, juntadas aos autos pelo setor de recursos humanos, demonstram que a indiciada obteve cinco faltas no período de 31/01/2011 a 04/02/2011. E de acordo com o depoimento de testemunhas que prestaram depoimento, a servidora se ausentou do serviço para resolver a questão de seu remanejamento, sendo que as faltas foram descontadas de sua remuneração.”

É bom repetir, este é trecho do relatório 026/2011. Mas há outro documento oficial, timbrado pela Prefeitura e assinado por Zuldimarina Soares de Castro, Diretora de Atenção Básica da Semsa, confirmando que as únicas faltas de Bianca, em cinco anos de trabalho, foram causadas pela CBN.

Antes de iniciar a perseguição à médica, Ronaldo Tiradentes já pedira, em carta enviada à empresa empregadora de Carolina, a demissão da funcionária, por causa das críticas que Carolina fazia à postura da CBN local. Pelos mesmos motivos, Ismael passou a responder diversos processos judiciais, todos movidos por Ronaldo. Comentando em blogs de terceiros e no site da CBN na internet, Ronaldo ofendeu Carolina, Ismael e Bianca, durante meses.

A Comissão Permanente de Regime Disciplinar da Prefeitura de Manaus conclui seu relatório dizendo que, apesar da ausência de prova pericial, entende que Bianca é culpada, e atesta:

“Entende a Comissão que a indiciada deve responder por culpa do evento, considerando que a mesma no mínimo contribuiu para a divulgação das mensagens ofensivas, já que a divulgação do conteúdo das notícias ali veiculadas se deu a partir do seu computador”. (pág.17)

Como a Comissão chegou a essa conclusão? Na falta da prova material, foi com base nos depoimentos das testemunhas, unânimes em dizer que nunca viram tais mensagens? Bianca Abinader deletou sua conta no Twitter meses antes da instauração do Processo Disciplinar, amedrontada por causa da violência que passou a sofrer por ter, como qualquer cidadão comum — inclusive Ronaldo, que usa o perfil falso @caionunes65 — uma conta no microblog Twitter.

Por pressão de familiares, desesperados ao tomar conhecimento das suspeitas de que Ronaldo já agrediu pessoas antes, inclusive funcionários públicos em seu ambiente de trabalho, Bianca deletou sua conta, onde, como qualquer cidadão comum, publicava fotos das filhas, nomes dos amigos, dados da família. Ronaldo a acusa de ter deletado a conta para apagar rastros de supostos crimes, que viriam a ser investigados somente meses depois. A Comissão, que afinal deu “especial relevância” ao depoimento do “Juvenal”, diz a mesma coisa em seu relatório.

Bianca foi suspensa por 90 dias porque deletou uma conta no Twitter, e se Ronaldo disse que era pra fugir de um processo que só seria aberto meses depois, a Comissão entendeu da mesma forma. Não adiantou que Bianca tivesse apagado seu perfil para proteger suas filhas. Ontem, domingo, Ronaldo expôs o nome sua filha, um bebê de um ano de idade e cuja gestação se complicou em janeiro de 2010 devido aos ataques à sua mãe, no site oficial da CBN, enlameado pelas acusações de Ronaldo, já provadas falsas.

O poder de “Juvenal” sobre o trabalho da “polícia”

Bianca foi punida sob intensa pressão pessoal de Ronaldo, que fez repetidas visitas à Semsa e participou da confecção do relatório. Não é uma acusação contra a Comissão, é uma confissão do próprio Ronaldo. Suas digitais estão lá, no Twitter, onde ele disse, antes e depois da publicação do relatório, documento oficial e interno da Prefeitura de Manaus:

10 de setembro, 12 dias antes da publicação da punição:

ALEA JACTA EST. MAKTUBE: RUA

13 de setembro, 9 antes da publicação da punição:

ESTOU BONZINHO. VOU DAR UMAS FERIAS DE 90 DIAS. SE ME ENCHEREM O SACO, ETERNIZO AS FERIAS. VOU FICAR DE OLHO.

16 de setembro, 6 dias antes da publicação da punição:

ESTÁ CHEGANDO A HORA DAS SUPER FÉRIAS. É O COMEÇO. SE CHIAR, A PORRADA VAI CANTAR. TÁ OUVINDO, VAGABUNDA?

17 de setembro, 5 dias antes da publicação da punição:

SEMANA DE MÁS NOTICIAS PARA A VAGABUNDA.

20 de setembro, 2 dias antes da publicação da punição:

SÓ FALTA A CANETADA… LONGAS……LONGUISSIMAS FERIAS, DIDATICAS. PARA ENSINAR A RESPEITAR HORÁRIO E AS PESSOAS. É SO O COMEÇO…

22 de setembro, 4 horas antes da publicação da punição:

ESSA FDP MEXEU COM CARA ERRADO. ESPERO QUE ELA E A CANALHADA PARE DE ENCHER O SACO. DAQUI PRA FRENTE, CAIO NUNES VAI ENDURECER MESMO.

22 de setembro, 48 minutos depois da publicação da punição:

MEDICA GAZETEIRA BIANCA ABINADER, CONHECIDA COMO MAGA PATALOGIKA E NOIVA CADÁVER, PEGA 90 DIAS DE SUSPENSÃO.

No último dia 6 de maio, após chegar à lista dos 10 assuntos mais comentados do Brasil com a hashtag #NojoCBN, quando foi desmascarado, Ronaldo Tiradentes deletou dezenas de posts de sua conta, @caionunes65, que citavam o nome de Bianca Abinader e detalhes internos das sindicâncias que a médica respondia. Sob os holofotes do país, a coragem do perfil falso havia sumido. O episódio lhe rendeu uma carta do Conselho de Ética da rádio CBN nacional, o proibindo de citar o nome de Bianca.

Mas a poeira baixou. A CBN local percebeu que a farsa da “série de reportagens” foi descoberta, e passou a seguir os passos de outros médicos de Manaus. Encontrou um que atendia em consultório particular, enquanto devia estar numa UBS da Prefeitura. Denunciou outra, que estava em licença de saúde havia duas semanas, mas assim mesmo foi acusada de “desleixo” com os pacientes. A intenção era criar, para a CBN nacional, um clima de série de reportagens. Mariza Tavares, a diretora de jornalismo da rede, viria a Manaus em meados de setembro, palestrar sobre redes sociais e jornalismo.

Andrea Vieira

Para comandar as reportagens investigativas contra outros médicos, Ronaldo Tiradentes destacou a jornalista Andréa Vieira, que passou a seguir, por manhãs inteiras, alguns médicos da rede pública.

Andréa Vieira, além de passear por unidades de saúde da Prefeitura com o microfone da CBN à mão, durante as manhãs, é, ela própria, funcionária da Prefeitura, como Bianca. Isso mesmo. Desde 2009, primeiro ano da administração de Amazonino Mendes, Andréa ocupa cargos comissionados na adminitração municipal.

A diferença entre as duas é simples, porém. Enquanto Bianca prestou concurso, há mais de cinco anos, e provou que não falta nem deixa de atender pacientes, Andréa ocupa um cargo comissionado na Secretaria Municipal de Limpeza Pública, a Semulsp, mas não frequenta a repartição. Não é qualquer cargo, Andréa é nada menos que a presidente de uma comissão do órgão, e deveria trabalhar, com folha de frequência e horário integral, na CEDOLP, a Comissão Especial de Divulgação e Orientação Política de Limpeza Pública, cuja página, no site da Prefeitura de Manaus, está em branco desde sua criação, em 11 de novembro de 2010, conforme imagem do Diário Oficial, abaixo:

“O salário pago a presidente da CEDOLP, Andrea Cristiane Ferreira Vieira, será de R$ 3,7 mil por mês”, noticiava o jornal A Crítica no dia 18 de novembro.

Então o site O Caso Bianca Abinader passou a procurar Andrea em seu local de trabalho. Afinal, precisava verificar se o dinheiro público, usado para pagar seu salário, estava sendo bem usado. Também pretendíamos dar a Andrea algo que ninguém da CBN deu a Bianca, a chance de se defender. A recepcionista da comissão, Joelma, que atende no telefone 3214-8105, informou, na segunda das quatro ligações que fizemos à Cedolp em dias alternados do mês de agosto, que Andréa cumpre expediente integral de oito horas na comissão. Nas quatro ligações, fomos informados que a presidente da Cedolp estava “em campo com a equipe”, mas que deveria chegar logo. Orientados a ligar novamente no período da tarde, ligamos.

E Andréa continuava “em campo”. No dia seguinte, precisamente às 9h da manhã, discamos 3214-8105 novamente, mas Andréa Vieira, que naquele momento falava na rádio CBN, continuava em campo. Em nova ligação, às 15h do mesmo dia, uma luz. Andréa estava sim, presente no ambiente de trabalho, a Semulsp. A recepcionista pediu que aguardássemos, pois ia chamar a presidente. Nova frustração. Poucos segundos depois, fomos orientados a ligar mais tarde, pois Andréa estava numa ligação telefônica.

Não ligamos mais tarde, deixamos para a manhã seguinte, quando novamente a repórter da CBN estava “em campo com a equipe”, em local incerto e não conhecido. Perguntamos de Joelma em que campo ela estava, mas ela não soube informar. Perguntamos se era ali que Andréa trabalhava mesmo, se era aquela comissão que Andréa presidia, e Joelma confirmou.

Então perguntamos como Andréa podia dar expediente como presidente de uma importante comissão da Semulsp, se durante aquele mês de agosto estava dedicada a acompanhar, durante toda a manhã, os passos do médico Raimundo Dantas numa casinha de saúde da Prefeitura. A atendente ficou confusa e, novamente, não soube esclarecer nossa dúvida. A última ligação ocorreu na última quinta, 22. Andrea estava “em campo” novamente. “Mas já está chegando!”, nos informou Joelma.

Não imputamos qualquer crime à jornalista Andrea Vieira. Desejamos apenas saber por que uma das repórteres da CBN que seguiu Bianca, colega sua na Prefeitura, nunca está presente em seu local de trabalho. Afinal de contas, quem está mentindo? Joelma, ao dizer que Andrea trabalha o dia todo na CEDOLP, ou Andrea, que investiga como o doutor Raimundo Dantas pode estar em dois lugares ao mesmo tempo, nos mesmos horários em que Joelma jura que ela própria está “em campo com a equipe”?

Afinal de contas, a equipe de “campo” de Andrea é da CBN ou é da CEDOLP?

O site O Caso Bianca Abinader foi criado pela ausência de meios pelos quais a médica pudesse se defender das acusações da rádio CBN. É mantido por um jornalista e prima pelo respeito às leis. Todos os documentos exibidos aqui são públicos e oficiais. Se não são divulgados, pelas autoridades e pelos veículos de imprensa locais, cabe a cada um justificar seu silêncio. Para um órgão público, mantido pelo contribuinte como a Prefeitura de Manaus, é lei divulgar documentos oficiais. A primeira sindicância instaurada contra Bianca, ainda sobre a falsa história das faltas e atrasos, passou mais de um ano engavetada na Semsa. Coincidentemente, era plenamente favorável à médica, diferentemente do processo disciplinar 026/2011, que a suspendeu, divulgado dia a dia, minuto a minuto, ironicamente no Twitter, pelo “Juvenal” amigo da “polícia”, Ronaldo Tiradentes.

O relatório 026/2011, divulgado na íntegra aqui, é público. Nada mais justo, numa realidade em que o denunciante antecipa o resultado de um processo interno da Prefeitura e um blogueiro divulga a mentira do denunciante no site mais visitado da cidade, que a vítima de todo o processo mostre ao público os documentos que lhe tiraram o trabalho, o salário e uma carreira até aqui irrepreensível.

Dizer isso não é fazer defesa gratuita da médica. Quando falamos em “carreira irrepreensível”, citamos relatórios da própria Prefeitura de Manaus. Segundo ela, Bianca era aprovada por 99% dos seus pacientes do Campo Dourado, na Zona Norte, comunidade que Bianca atendia até sofrer a primeira agressão, em janeiro de 2010. O mesmo ocorreu com os moradores do Morro da Liberdade, que em fevereiro deste ano ficaram sem médico, depois que Bianca foi novamente agredida. O Morro da Liberdade pediu o retorno de Bianca ao secretário Francisco Deodato, mas não foi atendido.

Bianca Abinader começou a cumprir sua sentença nesta sexta-feira, e só poderá exercer sua profissão de médica, concursada há mais de cinco anos, em 2012. Até lá, também ficará sem salário.

O bairro do São José, como o Campo Dourado e o Morro da Liberdade, estão há um ano e nove meses sem sua médica, chamada Bianca Abinader, “pontual”, “assídua” e “compromissada”.

Não são palavras deste site nem de Bianca. São palavras de sua chefe e de seus pacientes.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

26 respostas para Repórter da CBN que segue médicos preside comissão da Prefeitura

  1. Deodato transformou a SEMES num antro de nepotismo e não tem moral pra punir ninguém.

  2. Perplexo disse:

    E isso nÃo será questionado judicialmente?

  3. mencius melo disse:

    Meu D-us, pq submeter essa profissional a um vexame desses? O q foi q essa moça fez afinal??

  4. Sombra disse:

    Em terra de coroneis, o que esperar? Só sinto pelo nome da CBN estar ligado a uma pessoa como Tiradentes que não merece comentários, por ser um pobre coitado na sombra do Amazonino.

  5. Fana Fanii disse:

    eu iria pro judiciária, nem que fosse pra apelar ao “jus esperniandi”… pelo amor!

  6. Renato disse:

    Olá amigos,
    Não sou advogado então posso estar falando bobagem, mas à luz do teor do relatório, inequivocadamente falho e sem um mínimo de lastro probatório em sua conclusão, não caberia entrar com um mandado de segurança para suspender seus efeitos? Acho muito importante o que vocês estão fazendo, de divulgar uma das maiores patifarias que vi serem feitas contra uma pessoa, mas acho necessário que se busque o campo jurídico para se solucionar isso e a médica não perder 3 meses de salário por motivo tão torpe. Mesmo que seja necessário gastar um pouco com um bom advogado, seria melhor para que a médica não perca seus direitos. Talvez os comentaristas do blog do Nassif (de onde soube dessa história) possam indicar alguém. De qualquer forma, minha solidadriedade.

  7. rosana maria vasquez disse:

    esse pais esta cada vez pior!!!!bandos de canalhas corrruptos e sem vegonha na cara!! corjasss!!

  8. vera lucia disse:

    Mas que patifaria , além da pessoa ser caluniada ela também é intimidada e ameaçada??? e nessa cidade quem manda são os jornalistas??? uma vergonhaaaa!!

  9. Emanuel Ricardo disse:

    Vergonha total!!!! políticos e politicagem andam juntos!!! Drª. Bianca Abinader, procure o CRM, CFM, a Justiça e o que for necessário, pois ninguem aguenta mais esses “coronéis” patifes, fazerem o que bem entendem, prejudicando um e a outro. Confesso que se fosse comigo, iria até as últimas consequências. Bando de safados, corruptos, politiqueiros sem vergonha e sem escrúpulo.
    desejo toda sorte do mundo a Drª. Bianca Abinader e vá em frente.

  10. Mario Pontes disse:

    A fama desse radialista é conhecida. E muita gente (pelo menos que eu conheça) sabe o lado da moça. Mas precisamos divulgar mais. Por causa desse caso, muita gente que conheço deixou de ouvir o programa dele. E o mínimo que podemos fazer por justiça.

  11. Isso é absurdamente criminoso, aonde vamos parar, é uma terra de favores, de rabos de palha que não passam perto do fogo, esse cara que comprou o diploma de adEvogado, porque assim é que ele deve escrever, não tem dignidade para julgar qualquer que seja a pessoa.

  12. Andréia disse:

    Rapaz… O povo fala mas não faz exatamente “nada” a respeito… Vou mandar essa matéria a quem vai interessar muito… Aqui em Manaus ainda é assim… “Manda quem pode e obedece quem tem juízo”. É muito triste em ver que numa era de plena revolução tecnológica ainda há pessoas que vivem no mito da caverna de Platão. O que temos que fazer é ir e colocar esses coroneis no lugar deles, e começando por tirá-los do poder.

  13. jeduardodantas disse:

    Não sei se já falei isso, mas valeria a pena repetir: parabéns aos responsáveis pelo site. Jornalismo é isso aqui, sem tirar nem pôr. Quando tudo terminar, que a Justiça seja de fato feita e a Bianca possa descansar em paz .

  14. Adriana disse:

    O que o Amazonino iria temer? Um radialista sem noção, perseguidor, contraditório, ou uma medica, que no máximo lhe daria um voto. Mas o que poderíamos esperar de alguém que disseque médico e igual sal (branco, barato e que compra em qualqueresquina) lembrem-se sr. Amazonino e Ronaldo, todos precisamos de médico um dia… Sua palavra deve ser vivida, não somente falada! Seja aquilo que diz ser! Vexatório isso de uma repórter acumular cargos, tendo que esta na prefeitura e não esta!

  15. Mais uma vítima do coronelismo que impera em Manaus. Lamentável.

  16. Juliana disse:

    Nossa… fiquei chocada com esta história. Bianca… que vc saia vencedora dessa história… que imoralidade….

  17. Paulo disse:

    Agora, falando serio, com diz o velho e sábio ditado, “uma andorinha só não faz verão”. Se somos solidários à Bianca, então porque não começamos um movimento contra a CBN, na pessoa desse palhaço, que se diz jornaista, Ronaldo e contra, também a Prefeitura de Manaus, na pessoa de outro não menos palhaço, Amazonino?! O direito à liberdade de expressão é contitucinal, lembrem-se bem disto! Proponho iniciarmos um abaixo acinado para tentarmos retirar do ar em definitivo esse babaca do Ronaldo e, se pudermos, banirmos da política Amazonino e sua corja.

  18. JULIA disse:

    Bianca, espero que vc consiga. Eu tive um problema sério com esse Ronaldo Tiradentes, provei tudo, procurei a justiça, mas não consegui nada, exceto meses sem dormir e com medo. Torcendo por vc!

  19. Pingback: Um dia antes de suspender Bianca, Amazonino nomeou irmão de Ronaldo Tiradentes para seu gabinete | O Caso Bianca Abinader

  20. KS disse:

    Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e o mais Ele fará.

    Esse Ronaldo quer dar uma de doidão, dxa ele, o q é dele tá guardado.

  21. Pingback: A CBN e o coronelismo eletrônico | QTMD? Quem Tem Medo da Democracia?

  22. Adrianne disse:

    Doutora Bianca, de alguma forma, por forcas divinas ou meramente humanas, a Justica sempre triunfa. Eh essa a conviccao que me faz viver. Aqui, registro minha solidariedade e votos de que tenha forcas para superar mais essa injustica.

  23. Pingback: Em poucas palavras: Andy Cohen não escutou o ronco da pororoca porque Globo e Band não deixaram | TV em Análise Críticas

  24. Raul disse:

    No começo desse caso imaginava que essa perseguição era originada por alguma desavença pessoal entre a sra e esse jornalista. Com o tempo percebi que tratava-se de esquizofrenia. Não entendo qual é a motivação escondida por trás dessa grande palhaçada. Se fosse comigo me demitiria dessa bosta de emprego e acertaria a cara desse jornalista. Candidate-se a vereadora, ganhe e espere os lambedores de botas. São todos uns babacas de sexualidade duvidosa que covardemente perseguem e desonram uma mulher.

  25. Pingback: Ronaldo enganou seus ouvintes novamente – Médico caçado pela CBN tem processos contra a família Tiradentes | O Caso Bianca Abinader

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s